Tribuna Popular da Câmara recebe o Professor Dr. Jaime Henrique Amorim da UFOB

cmb3

Na quarta-feira (11/05), a Tribuna Popular da Câmara Municipal foi ocupada pelo Profº Dr. e PhD Jaime Henrique Amorim da Universidade Federal do Oeste da Bahia – UFOB. Biomédico graduado pela Universidade Estadual de Santa Cruz, Dr. Jaime possui um denso currículo acadêmico, fez Pós Doutorado na Universidade de São Paulo, na Purdue Universitty e La Jolla Institute for Allergy and Immunology, EUA. Atualmente é Professor Adjunto de Microbiologia Geral e Clínica da UFOB. Sua atuação principal como Biomédico é no desenvolvimento de vacinas para controle da dengue. Sua ocupação na Tribuna foi para falar sobre Arboviroses – doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, Zika vírus, febre chikungunya e febre amarela, temática de grande preocupação na atualidade.

Dr. Jaime Henrique Amorim inicialmente fez uma explanação acerca do tema, falando sobre a questão dos vários tipos de vírus adquiridos pela transmissão do aedes aegypti, o vírus da dengue, vírus da Zika, vírus da Chikungunya, vírus da febre do oeste do Nilo, vírus do oropouche, e ainda do Carrapato, parasita que transmite o vírus TBE. O aedes aegypiti, surgiu em 1762, pela primeira vez no Egito. Originário da África foi transportado para o Brasil através dos colonizadores europeus nas embarcações que transportavam os escravos.

Dr. Jaime foi enfático ao falar da grande capacidade de reprodução e armazenamento das larvas, o que se faz necessário todo cuidado para destruição de seus ovos, para o controle evolutivo. O inseto que ultimamente tem sido causa de grande preocupação para as sociedades, tem melhor facilidade de adaptação no meio urbano, sendo que é muito raro encontrá-lo no meio rural.

No entanto é preciso ficar atento aos sintomas das arboviroses que variam muito, já que sua única característica em comum é o fato de serem transmitidos por artrópodes. Por exemplo, dentro da família de vírus, pode se destacar a dengue, Zika vírus e febre chikungunya com sintomas bem parecidos, como por exemplo: febre, dor de cabeça, mal-estar, dor nas articulações, manchas vermelhas na pele, náuseas e vômito. Essa diversidade de sintomas ocorre porque os vírus são agrupados nessa família devido a semelhanças em seu DNA e proteínas.

Dr Jaime pontuou que a UFOB vem desenvolvendo em parceria com a VIEP, projetos de controle inteligente de arboviroses no Município de Barreiras, mas que é preciso Orientar as políticas públicas com menos custos para solucionar o problema.

Após explanação de Dr. Jaime, o presidente da Casa vereador Tito, elogiou sua participação na Tribuna Popular, destacando principalmente a forma didática acessível com exposição detalhada do tema e agradeceu a Reitoria da UFOB pela participação e sensibilidade aos problemas sociais do município e região, e falou da responsabilidade que a administração pública municipal deve ter em buscar cada vez mais parceria com as universidades para oferecer a saúde preventiva e de qualidade para a população.

O presidente garantiu a palavra aos colegas vereadores que fizeram intervenções sobre algumas dúvidas a respeito da temática.

No grande expediente, os vereadores trataram ainda de problemas preocupantes que os barreirenses estão vivendo a exemplo das escolas da rede estadual de ensino que continuam desassistidas pelo governo estadual. O presidente informou que a Mesa Diretora oficializou a Diretora do Núcleo Regional de Educação – NRE 11, para ocupar a Tribuna da Câmara a fim de esclarecer sobre o que vem acontecendo na rede estadual de ensino em Barreiras.

Em seguida foi comunicado que a sessão inaugural da Câmara Jovem será realizada no dia 21/05 e os vereadores manifestaram satisfação pela instalação deste tão importante programa para Barreiras, como sendo um presente para o município.

Ascom – Câmara Municipal de Barreiras

  • Compartilhe: