Precariedade do transporte público que atende a zona rural é debatido na Câmara

sessa-22-04

Na sessão plenária de terça-feira (17/05), os vereadores fizeram uso da palavra para criticar a situação do transporte coletivo, que transporta os feirantes com seus produtos para abastecerem as feiras livres da cidade, bem como no retorno para suas propriedades na zona rural, com destaque para a precariedade do serviço que atende o Barrocão de Cima, de Baixo e adjacências.

Os vereadores pediram que o prefeito e o secretário de transporte e serviços públicos, tomem as devidas providências, para que a empresa responsável possa oferecer um transporte de qualidade, pois nas precárias condições em que trafegam os ônibus, os mesmos não oferecem a mínima segurança, nem qualidade aos usuários e que haja também o compromisso com os horários.

Os vereadores cobraram também o cumprimento da lei que proíbe a colocação de outdoor e minidoor ostentando propaganda de eventos nos espaços públicos, o que não está sendo cumprido. Os espaços como os cemitérios estão sempre cheios de propagandas de eventos e outros, sendo que para a limpeza dos muros dos estabelecimentos públicos, é preciso usar o dinheiro público que devia ser empregado para o bem comum da população.

Outro problema em que os vereadores estão atentos é quanto à fiscalização sobre o “grande pacote” de obras anunciadas pelo executivo, faltando apenas cinco (4) meses para as eleições, guardando forte semelhança com o que já se tornou praxe nas gestões anteriores, em que a gestão fica paralisada por três anos e meio e as vésperas das eleições, são anunciadas diversas obras com forte apelo eleitoral.

Ao longo de três anos a prefeitura entregou a população apenas duas rotatórias e agora com o pouco espaço de tempo muita obras são anunciadas na cidade.

Passando ao grande expediente, varias matérias foram aprovadas após apreciação dos vereadores. Entre elas foi aprovada por unanimidade a indicação que dispõe sobre a ampliação e redimensionamento da capela social do Cemitério Jardim da Saudade no bairro Vila Nova, para ser destinada à realização de velório/celebrações públicas.

O presidente em exercício Digão Sá manifestou preocupação com a baixa vasão de água dos rios e convocou os colegas vereadores para unir forças e ver a questão do Rio de Ondas e Rio Grande. Inicialmente com uma visita para ver a real situação e buscar soluções, oficializando as entidades responsáveis para juntos tomarem as medidas necessárias.

O mesmo destacou a comoção que tem provocado na sociedade as fortes imagens dos rios com baixíssimo volume de água.

A cobertura completa das sessões e outras notícias da Câmara Municipal de Barreiras é possível ser acompanhada sintonizando o Canal Aberto 4.1 da TV Câmara de Barreiras.

Ascom – Câmara Municipal de Barreiras

  • Compartilhe: