Câmara Municipal de Barreiras realiza a última sessão plenária do ano de 2015

IMG-20151120-WA0309-1

Na última quarta-feira dia 22, às 20 horas, a Câmara Municipal realizou a última sessão ordinária de 2015, que mais uma vez foi obstruída pela base do governo antes de serem votadas todas as indicações, projetos e emendas ao projeto de Lei Orçamentária Anual para 2016.

Inicialmente a sessão foi marcada pelo balanço das ações públicas realizadas em favor da população barreirense neste ano de 2015. Vereadores destacaram o descontentamento principalmente no que se refere aos serviços da saúde pública em todo o município, que foi a secretaria que mais penalizou a população mais carente de Barreiras.

Em seu pronunciamento, o vereador Vivi Barbosa ressaltou a ineficiência do trabalho da secretária municipal de Saúde a Sra. Regina Figueiredo, que não recebe o povo em seu gabinete, nem mesmo os vereadores, não sabe dialogar com os funcionários da área de sua responsabilidade, inclusive os médicos, e ainda com profissionais fundamentais dos serviços de saúde na administração que estão com seus salários atrasados sem explicação. O vereador questiona e não encontra resposta, “não entendo o porquê que essa secretária não paga os médicos, pois o dinheiro chega na conta. Essa semana entrou na conta desta secretaria mais de R$ 1.000.000.00 (um milhão de reais) e a secretária não assume os compromissos com os funcionários, vejo mesmo é que essa secretária não gosta dos médicos”. Disse o vereador. Portanto é visível que o problema está mesmo é na falta de planejamento, e com isso sofre a população.

Ainda foi apresentada no balanço 2015 a questão do aumento abusivo da tarifa do transporte coletivo do município, que foi confirmado pela Justiça como sendo ilegal. Mesmo após decisão liminar da Justiça no último dia 18/12, em Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público, o valor continuava sendo cobrado dos usuários com o reajuste que determinou o decreto do Sr. Prefeito até o último dia 23.12. Na ocasião os vereadores parabenizaram a Mesa Diretora da Câmara pela luta em favor da população.

Já o vereador Gilson Rodrigues, disse que a não aprovação do orçamento para 2016, é decorrência de questões políticas da base do governo e que dessa forma os trabalhos ficam sem conclusão. Portanto o Poder Executivo inicia o ano de 2016 sem orçamento o que é uma incoerência. O vereador ainda criticou a falta de respeito contra o servidor público com o atraso dos seus salários.

O presidente Tito foi à Tribuna fazer o seu pronunciamento com a finalidade de responder aos questionamentos do vereador Eurico Queiroz. O vereador disse que a emenda proposta pelos vereadores a pedido do Poder Executivo, que visa propor alteração no duodécimo da Câmara é uma emenda inconstitucional e que a finalidade é fragilizar as ações fiscalizatórias da Câmara e dos vereadores, e que acatar essa emenda acarretaria descredito ao Legislativo.

O vereador Tito foi enfático e lamentou ainda a pressão do Poder Executivo sobre a grande maioria dos vereadores da base do governo e disse: “o papel da Câmara é filtrar as ilegalidades, faço hoje meu papel de legislador, mesmo nesse momento de fragilidade da saúde do prefeito Antônio Henrique que se encontra em fase de recuperação em São Paulo, depois de ter se submetido a uma cirurgia cardíaca. E aqui estou, na condição de vereador para defender os interesses do povo”. Frisou Tito.

Já chegando à meia noite, os vereadores da base do governo, exceto a vereadora Beza, resolveram pela segunda vez no mês de dezembro obstruir a sessão, saindo todos do Plenário, justificando que romperiam o processo das votações e que não votariam o projeto do Orçamento para 2016.

Após a chamada nominal dos vereadores e confirmar que o número de vereadores presentes não constituiria quórum para votação das indicações e projetos, o presidente Tito encerrou a sessão agradecendo a todos com votos de Feliz Natal e Ano Novo de paz a toda população barreirense e anunciou o recesso que se iniciaria ali e com retorno no dia 02 de fevereiro de 2016.

ASCOM – Câmara Municipal de Barreiras

  • Compartilhe: