Câmara Municipal vê com indignação Decreto do Poder Executivo que autoriza reajuste da tarifa do transporte público no município

Na sessão da quarta-feira (02/12), um tema de destaque nos debates da Casa Legislativa, foi sobre o Decreto 524/2015, do Poder Executivo, publicado no dia (1º/12) no Diário Oficial do município que autoriza a empresa de transporte público – Viação Cidade de Barreiras a reajustar a tarifa do transporte na cidade.

sessao-quarta

A maioria dos vereadores, em seus pronunciamentos nesta sessão se posicionou contra o Decreto do prefeito que autoriza a empresa a reajustar o valor das passagens urbanas, de R$ 2,30 (dois reis e trinta centavos) para R$ 2,80 (dois reais e oitenta centavos). A medida do prefeito foi o assunto mais comentado nas redes sociais. Os vereadores ressaltam que a medida pode ser legal, mas que é imoral e que a população recebe essa notícia com muita indignação. Vale ressaltar que pelos pequenos percursos que os usuários precisam fazer com os serviços dos transportes, se trata de uma grande desproporcionalidade.

O transporte para a zona rural foi considerado para os vereadores como sendo uma situação ainda pior, no qual houve aumento que sofreu uma alteração chegando a atingir até 277% no acréscimo dos valores das passagens. O que sinaliza um aumento abusivo. Considerando a situação econômica atual que as pessoas estão passando e que dependem dos serviços desses transportes, é uma notícia que põem a população em situação de muita preocupação, principalmente os estudantes que não dispõem de nenhum outro tipo de transporte para chegarem até as escolas. “Sabe-se que qualquer reajuste da tarifa de transporte público no município, é iniciativa exclusivamente do prefeito, em função da realização da licitação que aconteceu em 2014”. Disse o presidente Tito.

O Senhor Prefeito esqueceu das promessas de campanha com relação ao transporte público no município, só não esqueceu de determinar o reajuste. E agora a população precisa de explicação sobre as melhorias que foram prometidas, como a linha de transbordo, as paradas com cobertura e mais segurança para os usuários. “O aumento da tarifa é lamentável. Aumento sem cumprir as prerrogativas estabelecidas, ônibus sem entradas e saídas para as pessoas com deficiência, os assentos especiais para os obesos. É preciso que se cumpra primeiramente as promessas e que acima de tudo, dê condições dignas para os usuários, antes de qualquer outra medida”. Falou a vereadora Marileide.

Outro problema que a população de Barreiras enfrenta e que os vereadores estão acompanhando, que foi debatido nesta sessão é com relação aos serviços da Embasa – Empresa Baiana de Águas e Saneamento, que inclusive colocou suas equipes de serviços nas ruas a partir desta quinta-feira 03, para realizar a suspensão do fornecimento de água em residências de alguns bairros da cidade, pelo fato de estarem inadimplentes com a empresa. A medida foi tomada sem nenhuma tentativa de negociação com os usuários. A empresa que tem a concessão do serviço de água e esgoto na cidade tem gerado sempre sentimento de insatisfação e a não aceitação principalmente pela taxa abusiva de 80% sobre os serviços de esgotamento que tem deixado sempre a desejar. No final do debate, sobre o problema o presidente Tito anunciou que será feita convocação ao gerente da empresa para prestar esclarecimentos na sessão da próxima terça-feira, 08.

Os vereadores Aguinaldo Júnior e Karlúcia Macêdo falaram ainda de problemas enfrentados pela saúde. Falaram sobre a baixa higiene, a má qualidade de condições de serviços que sofre o Hospital Eurico Dutra, a exemplo de sanitários danificados, e pediram ainda uma resposta sobre o 24 Horas. “Quando é mesmo que ele vai ser entregue a população”, perguntou a vereadora. Já o vereador Aguinaldo Júnior lamenta sobre os serviços da Hemoba do Hospital Eurico Dutra, dizendo que é preciso de uma urgente providência para que ele volte a funcionar e assim aumentar os serviços de coleta de sangue que é uma carência muito grande para toda a região.

Ao finalizar a sessão o presidente Tito, acatando requerimento e solicitação da maioria dos vereadores, encaminhou para terça-feira 08, apreciação e aprovação de indicações e emendas da pauta, essas que irão compor o conjunto das metas e prioridades da Lei Orçamentária para a administração pública do município em 2016. E assim encerrou-se a sessão do dia.

ASCOM – Câmara Municipal de Barreiras

  • Compartilhe: