Vereadores de Barreiras debatem projetos que visam investimentos em infraestrutura da cidade

Na tarde desta segunda-feira, 22, os vereadores se reuniram com o gerente regional da Caixa Econômica Federal, Nelson Siqueira, para esclarecimentos sobre os projetos 016 e 017/2018, que estão tramitando na Casa, e de forma positiva destacou a importância para Barreiras, já que são exclusivamente para investimentos na infraestrutura. A execução dos projetos tem o objetivo de melhorar significativamente a vida das pessoas.

O Ministério das Cidades, por meio da Caixa Econômica Federal está disponibilizando verba para os municípios que queiram realizar obras de infraestrutura, incluindo a elaboração do plano de mobilidade urbana. Barreiras quer ser contemplada, mas antes, é necessário a aprovação da lei que permite que a Caixa faça a análise de risco junto ao município comprovando a capacidade de pagamento dos valores a serem contratados.

Os projetos tratam de dois valores distintos, um de até R$ 70 milhões, refere-se à linha de crédito de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento –FINISA, destinada a obras de pavimentação nova, recapeamento de vias e drenagem em bairros e povoados, além da construção e recuperação de praças. Neste, a prefeitura pode investir, após aprovação da Caixa, aonde achar necessário, e o dinheiro será gasto conforme a execução do serviço. Este é o projeto 016/2018.

Já o projeto 017/2018, fala de investimentos a serem feitos no montante de R$ 21 milhões, que estão dentro do Programa Avançar Cidades, onde estão previstas obras de qualificação viária. O anteprojeto de Barreiras já está aprovado e vai contemplar com drenagem, pavimentação e calçadas, os bairros Morada da Lua, Santa Luzia e Loteamento Rio Grande, e elaboração do plano de mobilidade urbana, hoje uma exigência do Ministério das Cidades.

“Na condição de vereador e presidente do Legislativo, entendo que temos que trabalhar para que a Câmara contribua de forma direta para o desenvolvimento do município, visando sempre colaborar para a chegada de investimentos em todas as áreas, e a infraestrutura é uma delas”, afirmou Gilson Rodrigues.

  • Compartilhe: