Unidades de saúde recebem os nomes dos médicos Brancildes Júnior e Davy Bessa

A noite desta terça-feira, 22, foi marcada pela aprovação de projetos que homenageiam profissionais da saúde que morreram recentemente e que por muitos anos prestaram serviços à população barreirense, como os médicos Brancildes do Espírito Santo Júnior e José Davy Nogueira.

O vereador Antonio Carlos de Almeida Matos (Carlão), por meio do projeto de Lei n° 060/2020, o nome do médico Brancildes Júnior para nomear a Unidade a Unidade Básica de Saúde do bairro Boa Sorte. Ele tinha 63 anos e morreu no dia 02 de agosto em decorrência de complicações provocadas pela COVID-19. Brancildes Júnior foi fundador do Uninsangue em Barreiras- primeiro centro de hemodiálise dacregiso. Era casado com a vereadora, Graça Melo, que também é médica.

Além de médico, Brancildes Júnior era radialista profissional. Fez várias participações nos telejornais da TV Oeste e TV Câmara, e apresentava um programa de debates sobre saúde na Rádio Vale do Rio Grande.

Já o vereador Otoniel Teixeira, indicou o nome do médico José Davy Bessa Nogueira para nomear a Unidade de Saúde do bairro Novo Horizonte, por meio do projeto de Lei n° 058/2020.

Davy Bessa, como era conhecido, nasceu no Ceará em 02 de julho de 1947, formou-se em 1975 pela Faculdade de Ciências Médicas do Pernambuco, fez residência em Ortopedia no Hospital das Forças Armadas, em Brasília. Morava em Barreiras desde o mês de janeiro de 1979.

Davy Bessa Nogueira foi vereador por dois mandatos, ajudou na fundação da APAE, onde também foi presidente. Ele faleceu aos 73 anos, deixando um legado de profissionalismo e empreendedorismo.

  • Compartilhe: