Presença de psicólogos em escolas da rede municipal pode se tornar lei

O projeto nº 029/2019 de 16 de abril, de autoria da vereadora Silma Alves, está tramitando na Casa e dispõe sobre a obrigatoriedade da presença de profissionais de psicologia nas escolas de ensino infantil e fundamental para que o profissional atue junto às famílias, corpo docente, discente, direção e equipe técnica, visando melhor desempenho dos estudantes, na relação professor-aluno, e aumento da qualidade e eficiência do processo educacional.

Para a vereadora, a escola é um dos campos de reflexão e intervenção do psicólogo escolar e a construção de intervenções no processo educativo constitui uma das principais direções do trabalho nas instituições. Silma Alves considera que a presença do psicólogo nas escolas, além dos aspectos de diagnóstico pode ter um caráter preventivo importante, uma vez que possibilita a identificação precoce de situações que podem atrapalhar o desenvolvimento dos estudantes, como transtorno do déficit de atenção, hiperatividade, fobias, compulsão, ansiedade, bullyng e uso de drogas.

Após análise e parecer favorável das Comissões Permanentes, o projeto seguirá para votação em plenário.

  • Compartilhe: